19/11/2010

Mais uma música - Parte 3

Para entender, leia antes Parte 1 e 2.

 - Ficou perdida? - perguntou Cecily, quando me sentei com um copo de vodka na mão. Não me causara efeito algum o terceiro copo. Eu ainda procurava Bernardo em meio aqueles corpos suados e dançantes.
 - Não, só estava descansando. - gritei para que ela pudesse ouvir. Puxou meu braço, fazendo com que eu derramasse um pouco da bebida. Olhei-a confusa, ela me guiava em meio ao salão, desviando-se dos corpos, falando sem parar, mas eu não entendia nada, não ouvia. A música estava tão altamente pulsante que meu corpo tremia. 
 No final chegamos a uma parte mais vaga do salão, mais tranquilo. Meus amigos estava ali, rindo e bebendo em um círculo. Congelei. Bernardo também estava lá. Joguei meu copo em uma mesa próxima e mostrei o melhor sorriso ao me aproximar.
 - Ficou perdida? - Aaron faz a mesma pergunta que Cecily, rindo. Ele é o que faz o solo. No círculo é o que mais se acha. Me simpatizo com ele, mas não contaria segredos para ele, nunca.
 - Agora não. - falei, me jogando na cadeira vazia, que, felizmente, ou não, estava do lado de Bernardo. Sorri e ele virou o rosto. Estava com um copo vazio na mão. Tentei não me importar. Ele NUNCA bebia. 
 Vi uma silhueta se esquivar dos corpos dançantes. Ele. O cara da bateria. O cara que tomou meu coração. O cara que até hoje eu me decaía por ele. 
 - E aí Chuck. - falei. Ele bateu na minha mão e abaixou para dar um beijo no alto da minha cabeça. Pegou uma cadeira e se sentou ao meu lado, colocando seu braço sobre o meu ombro.
 Colocaram bebidas para nós. E eu, feliz, virei o copo rapidamente, queimando a garganta. Azar. Minha cabeça girou um pouco e uma leveza tomou-me conta.
 - É. - saiu, sem perceber. Joguei o copo, quase fazendo-o cair e me recostei na cadeira. Não sairia dali até aquilo parar.

5 deixaram-me mais motivos para sussurrar:

Gabriela Andrade disse...

Você é muito fofa, haha! Obrigada. (:
Também seguirei o seu blog.
E bem, um bateirista assim como o seu coração, robou o meu...
Gostei do texto. Você poderia até continuar, né? haha *-*
beijo

Gabriela Andrade disse...

P.S.: não tinha percebido que o texto fazia parte de uma sequência. Agora que vi, aguardo a continuação. (:

Nina disse...

Oh! querida, tô amando a história!
Tá ficando muito boa, ou melhor, ÓTIMA!!!!


Espero (aniosa) a continuação!

bjinhos

Nina

Dennys disse...

Muito linda a historia :)
Elania não entendi o comentario que vc colocou la no blog. Bjs*

Dennys disse...

Vc deve ter colocado com oculto entende, para de seguir o blog e segue de novo para ver se volta Bjs*