19/10/2010

Pensando bem

   Se estou perdida é por sua culpa...
   Peguei o meu carro e dirigi sem rumo depois que nós brigamos. Pensei que, casando, nosso relacionamento melhoraria, mas não... Lembro o jeito que me olhou pela última vez, estava embriagado e o verde musgo dos seus olhos pareciam embaçados, você me xingou de nomes inimagináveis. Não sei se te perdoarei, pois a ferida ainda está sangrando.
   Dirigi muitos quilômetros, parando só para colocar combustível e comer... Não dormi. Já fazem dois dias. Meu celular toca de vez em quando. É sempre você ou alguém do meu trabalho. Nunca atendo. Não vou atender.
   Eu andei pensando tanto. Em você. Em nós. Quero divórcio.
   Dormi ao volante. Estou cansada. É um milagre não ter ocorrido nada. Parei e cá estou eu, perdida. Vou dormir um pouco e pensar mais.
   Mais um dia. Quatro dias. Nenhum sinal de carro. O combustível acabou. Meu celular descarregou. Estou com fome. Meu cabelo está bagunçado. Meu rosto borrado. E eu... eu te perdoei.
   Alguém...
   Ele parou e me encarou assombrado, sibilou algo incoerente. Franzi o cenho.
 - Vai me ajudar ou não? - perguntei. Ele era bem apessoado, mais do que você, se quer saber.
 - Sim, sobe aí. - disse. Na hora não liguei se era algo bom ou ruim ir de carona com ele. Rimos durante a viagem inteira. Ele me faz rir. Você não,Alex.
 - Foi um prazer conhecê-la Anny. - ele disse, se despedindo, parecia hesitar em sair. Subi outra vez no carro e o beijei.
 - Foi um prazer conhecê-lo Erick. - falei encarando-o e desci.
   Sorri. Levantei a cabeça ao céu. Eu ainda tenho uma vida e posso viver sem você.
   Balancei a cabeça e me dirigi a oficina mais próxima, precisava buscar o meu carro...

Nota: 9,9

3 deixaram-me mais motivos para sussurrar:

Juliane Bastos disse...

Nooossa. adorei como você descreveu vocês. gostie mesmo :D

Natasha Knorst disse...

Adorei o texto!

Elania disse...

Garotas obg pelos comentários (: