08/10/2010

De porta fechada.

Eu encaro meus pés descalços. Eu não sou mais criança.
Mexo devagar meus dedos e sinto o ar passar por eles.
Devagar levanto. Olho tudo ao meu redor. Eu tenho paz.
Fecho a porta que deixava o vento frio passar.  Encosto levemente nela.
Sim, moro sozinha agora e é como me ver livre.
Sorrio e sento no sofá. Zapeteio na tv. Mesmo que nada passe, eu assisto.
Eu tenho paz, sou livre.
Mas todos sabem, eu vivo de porta fechada. Pra sua cara. Pro seu amor. Pra mim.
Não sou mais criança, mas velhos hábitos insistem em ficar comigo.
Fecho os olhos e tento não pensar. Não é fácil. A porta fechada me deixa nauseada.
Levanto determinada e a abro. Olho a rua lá fora. Deserta. Como eu. Mas livre.
Sim, eu tenho paz.

2 deixaram-me mais motivos para sussurrar:

Rodolpho Padovani disse...

Um dia, qdo estiver preparada vc deixa a porta aberta para o amor entrar =)

Valeu pela visita ao meu blog. A música é "Out of goodbyes" do Maroon 5.

Bjs =)

Elania disse...

Muito obg pela retribuição e por dizer o nome da música,rs. bjs :)