24/08/2010

Estranha [PARTE III ]

 Carol pergunta jogando um olhar de não-me-toque para mim.
- Só vim ver como a Sil estava. - ele diz sem olha para ela. Carol revira os olhos e estende sua mão para ele.
- Vamos. Já acabou todas as aulas.
- Eu não vou agora. -olha para ela.- Vou ficar com a Sil, até ela sair daqui.
 Carol é a ex-namorada de Jones, então minha ex-fingida-amiga.
 Vejo seu rosto ficar vermelho de raiva e calmamente responde. 
- Te vejo amanhã. - sem olhar para mim outra vez, ela marcha de volta.
- Não precisava ser tão rude. - falo.
- Ah. Qual é. Agora você vai defender ela?! Sil, vou ficar com você aqui.
 Fiquei apenas meia hora ainda lá, sentada. Jones foi me deixar em casa. O abracei e notei algo diferente. Ele estremeceu e seu coração acelerou. Eu pude sentir. Ainda pensei que fosse medo, mas não comentei isso com ele.
 O ruivo do meu cabelo cintilava sob o sol que se fazia naquela dia. Respirei fundo e adentrei a escola. Todos se desviavam de mim, tentando ao máximo não me tocar.
- Isso é um saco. - comento com Jones que mordiscava um sanduíche de presunto. Ri da expressão que fez com os olhos.
- Que foi?- ele perguntou depois de alguns minutos mastigando. Secretamente eu amava o Jones de uma maneira irracional. Era impossível ficar longe dele durante, hmm..três horas?! Bom, era assim o que eu sentia. Ele era importante pra mim. Sorri para ele que ainda esperava uma resposta.
- Nada. Só que, eu amo você. - eu disse, rindo, mas parei quando ele engasgou. - Jones você está bem?
- Você nunca disse isso. - ele disse, ainda um pouco sem fôlego. Empalideci (bom, nem tanto, já sou pálida mesmo).
- Ah...- foi a única coisa que saiu da minha garganta. Eu nunca tinha dito em voz alta só isso. Fiquei me perguntando o porquê...
- Posso conversar com você depois da aula?- pergunta. Levanta-se e percebo uma leve agitação em seus olhos.
- Claro. - respondo.

continua...

0 deixaram-me mais motivos para sussurrar: