25/05/2012

Alguém me apoia?

 Eu não tenho tido tempo dentro de mim. As coisas e pessoas andam tão conturbadas que atrapalham minha linha de raciocínio e o modo como trato meu tempo, meus segundos, meus detalhes. Tenho criado tantas palavras ultimamente, mas não sei onde colocá-las, se dentro de mim mesma, ou no caderno que sempre carrego para qualquer lugar que eu vá. Um pensamento surge, aqui e acolá. De vez em quando, quase sempre, quando estou no meio do curso em que tenho que vê aqueles fios todos no computador. Ou quando encaro alguns clientes que insultam com a compra e comigo, mesmo sem perceber. Eu derramo palavras no chão, no banheiro, no espelho, nos olhos de outrem.
 Eu não sei como administrar isso. Quero fazer tanta coisa, mas acabo fazendo tão pouco e desse pouco, quase nada sai proveitoso ou eu vá me lembrar futuramente.
 Eu pensei em excluir esse blog, e o outro também... mas esse primeiro. Já exclui um, com tanta dor no peito, que pensei que minhas palavras nunca mais fossem voltar, mas elas permanecem em mim.
 Alguém me apoia? Alguém fica do meu lado? Eu quero continuar a escrever meus contos, meus dramas e todas as coisas que me povoam, mas não sei se eu persisto no blog aqui.
 Alguém me vem com uma luz?
 Eu tô necessitando.

5 deixaram-me mais motivos para sussurrar:

Desvarios de uma adolescente disse...

Se seu coração diz pra permanecer com o blog fique,oras pq n tem onde expor o que queremos deve ser bem dificil e sufocar em pensa bem,bjs (:

Emilie S. disse...

Olha ali na lateral do seu blog: 105 followers. Quer mesmo deixar os seus leitores órfãos? Quer mesmo deixar um blog ao qual se apegou?

Olha, não vou mentir, também tenho esses momentos de não saber o que fazer,de desanimo, de inutilidade,etc. Mas, excluir o blog é precipitado.

Daniela Filipini disse...

Me sinto, de uma forma muito instigante, exatamente como você.
Transbordando palavras, sem saber onde pô-las.
Falta companhia, falta apoio, falta alguém do lado. Você não está sozinha. Não estará.

Geovanna A. disse...

Bom, eu não posso dizer que você deve excluir ou não, essa decisão só cabe a você mas seria lamentável, uma grande pena, esse blog ser excluído porque eu gosto taaaaaanto dele ): e acho que justamente é pra isso que ele serve, sabe? se você não sabe se expressar, tente aqui. Se nem aqui consegue, dê tempo ao tempo. Não quero que você faça algo pra se arrepender depois. De qualquer maneira... esse blog é lindo, eu adoro ele.. Mas faça o que eu sou coração mandar!

Rodrigo Santos disse...

Não sei se o que acabo de ler ainda é o que você sente, mas em todo caso sugiro que continue a escrever e deixar registrado tudo por aqui e por lá.
Talvez hoje eu me entenda melhor - e me aceite melhor também - porque nunca desisti de soltar palavras por aí. Pessoas que se atrevem a mergulhar dentro de si talvez nunca consigam voltar à superfície, e repartir com o mundo o que se descobre enquanto mergulha pode evitar uma explosão futura...
Bom, eu gosto do que leio de você. Quase sempre o que vejo é o que estou vivendo ou já vivi. Quero continuar experimentando disso.
Enfim, força! rs.