23/11/2011

Ferir.

 13 de Setembro de 2012. Em algum lugar.

  Já se aproxima da data em que nossos corações ficaram tão colados. Eu penso Rick, se você seria capaz de repetir todas as palavras que foram ditas naquele dia. Seria o amor novamente esquentando você.
 Eu tive medo de chorar todas as noites que estive contigo, pois eu sabia que era temporário. Eu sabia que te ter era arriscado.
 O engraçado é que essa carta está sendo escrita só em pensamento, pois nem meus dedos eu mecho mais. Dói respirar. Você não veio nos últimos quatro meses, nenhuma vez. A tv está ligada. Eu odeio isso Rick. Odeio a ideia de ter que morrer. E sabe do que mais? Eu não tenho medo da morte, tenho medo por você.
 Os médicos costumam conversar baixinho quando estão próximos a mim, mas eu ainda não fiquei surda, e escuto muito bem quando dizem que me restam poucos dias e que é um milagre eu ter vivido todos esses meses... Eu queria voltar na praia, sentir a maresia em meus cabelos e o sal em minhas narinas. Eu queria ver você.
 O aparelho dispara ao meu lado toda vez que penso nisso. Todos ficam alertas, eu não. Eu já me acostumei. É rotina. Por que Rick, onde você se foi? Por que comigo? Logo eu, que nem posso mais perguntar nada a ninguém.
 Meu medo é você,parece que todos sabem, me olham com olhares tristonhos. Eu choro às vezes. Parece crise, mas é dor, física, mental, emocional. Eu preciso morrer.
 Me perdoe. Me esqueça. Ou então, sempre que alguém perguntar quem você mais amou, diga que foi eu.
(Mas sabe, eu penso que, se você não vem me visitar é porque já tem alguém. Se você não vem ver meus olhos castanhos é porque já se cansou disso. Ou talvez, porque você também chora, como eu.)
 E nesses últimos "momentos" , eu não paro de pensar em você.
 Três pontos...

4 deixaram-me mais motivos para sussurrar:

Rafael Castellar das Neves disse...

Forte, hein? Gostei da escrita...força!

[]s

Rodrigo Santos disse...

Que tristeza, Elania =[
Eu to escrevendo uma coisa parecida com essa... até achei engraçado a temática semelhante... mas não pretendo mostrar a ninguém, rs..
e tb nunca termino u.u

Gosto dessa coisa dessa temática, apesar de trágica. De ser necessário quase morrer pra sentir o ápice do sentimento, seja ruim ou bom. Se houver continuação espero que termine bem (yn)

Lara Vic. disse...

linda demais, me deixou triste, é simplesmente desesperador essa imagem da garota com tantos desejos e não podendo fazer nada... seus desejos, suas tristezas... primeiro lugar, com certeza! haha
beeijos!

recantodalara.blogspot.com

sawuelbruno™ disse...

é um texto bem criativo
as palavras nos prendem até o final ^^

gostei


Att,
sawuelbrno™