23/08/2011

I can't see you. I can't feel you. Not now, soon.



 Qualquer dia desses, numa tarde qualquer.

 Oi, como vai? O mesmo de sempre? Nem sei, não tenho como saber...
 Sabe, eu estava revirando minhas redes sociais. Olhei meu orkut velho, pensando em excluí-lo, fui ver meus depoimentos e encontrei um seu, que está lá até hoje. Eu não chorei. Eu virei o rosto e relembrei dos momentos passados no msn, das horas incontáveis te escutando. Aquele teu sotaque que eu amo. E te ver... por que, diabos, eu nunca te vi? Ah! Lembrei, você mora a quilômetros daqui. 
 Você disse que me esperaria, que não queria apenas uma amizade virtual, um amor incompleto. Mas você disse que me amava, apesar de tudo, que sonhava comigo, que sentia ciúmes de mim. Ainda sente?
 Você ainda consegue me sentir aí dentro do teu peito?  Eu ainda sonho aqui, acordada, deitada, no ônibus indo pro trabalho, eu ainda sonho em um dia te conhecer. Eu ainda sonho em sentir você.
 Você não sabe quantas marcas deixou em meu peito, não sabe quanta saudade ficou. Não sabe como é ruim te ver onlinne no msn e não ir falar com você, apenas por não ter assunto e não saber o que te dizer.Porque dói pensar que nós dois brigávamos, amávamos e sentíamos juntos. Os dois. 
 Você sumiu, eu sumi. Mas eu me lembro de uma data recente que você resolveu falar comigo e me dizer, que apesar de tudo, quando pensava em alguém, era em mim, e isso dá um nó na garganta, no peito, no coração. Eu ainda amo você. Eu ainda tenho saudade da tua voz. E, foda-se, eu ainda vou te conhecer.
 Mas esta carta não chegará nas suas mãos, mas teus olhos poderão ver. E teus lábios, eles abrirão um sorriso, disso eu sei. 
 É isso, e tenha um boa vida.

2 deixaram-me mais motivos para sussurrar:

Bruna Morgan disse...

Simplesmente lindo demais!

http://bruna-morgan.blogspot
SORTEI DE LIVRO no blog http://verboresenhar.blogspot.com

L. Sampaio disse...

Já tive um amor virtual desses... Como esse não deu em nada e nunca nos vimos, mas bate uma saudaade ao lembrar...
beijos.