17/03/2011

Verdade ilícita - pt. 4

(Para entender, leia as partes anteriores, é só clicar no marcador verdade ilicíta)

...
- Olha, você e eu precisamos descansar, amanhã continuamos isso. - ele beija levemente minha testa e sai Continuo ali parada, sem entendê-lo. Me encaro no espelho, pareço mais bela a cada dia. Deito e durmo, mas é uma noite sem sonhos alheios.

- O que você fez? - pergunto.
- Eu pensei que iria destruir a vida dele, mas só criei mais esperanças. - dizia Filiphi, enquanto eu penteava os cabelos. Sorri e o encarei. Eu amei aquele cara e não conseguia odiá-lo, nenhum pouco, apesar de sua maldade.
-  O que você quer? Competir comigo? - solto a escova e passo os dedos sobre os fios.
- Seria uma boa ideia, não? Mas com você é impossível.- ele solta um suspiro e me abraça levemente. - Mas se eu destruir ele, eu destruo você. E eu não quero isso. concluiu.
- Não quer morrer? - perguntei, me soltado do abraço.
- Não, não é isso Sally. É que, eu não suportaria perdê-la. - diz. E aquelas palavras me tomam de surpresa. Filiphi podia ser um vampiro, zumbi, vivo-morto, se alimentar de vidas, mas ainda era apaixonado por mim, isso ninguém poderia duvidar. Nem eu. Sorri.
- Por que escolheu isto Fil? Você poderia ter tido uma vida normal. - falei, encaminhando-me a porta.
- E perder a diversão? Nunca. - disse beijando minha bochecha. - Bom dia. - seu sussurro ficou no ar enquanto ele sumia.
Que...idiota.
(continua)



--------------------------------------------------------------------------------
Ganhei um selinho do Dennys, do blog Sun and Rain.
Regras: repassar para 10 blogs, como sempre, não colocarei nomes aqui, avisarei a cada blogueiro. Aqui vai o selinho ↓



P.s. Resolvi fazer um trato, eu estou colocando nos favoritos as atualizações que eu não consigo ler, e deixando para o final de semana, que é quando eu tenho tempo livre, pra ver todos, por isso, só ficarei "presente" mesmo, no fim de semana. bjs e queijos pra todos vcs *-*

1 deixaram-me mais motivos para sussurrar:

Jéss disse...

Como eu disse antes, a história é diferente e muito boa.
Me emocionei e também sorri em algumas partes. Até concordo com a Sally em chamar o Fil de idiota. rs
Vou esperar pela próxima parte.