28/04/2010

Vícios

Então, me explique. Por que finge se importar pelas coisas que eu sinto?
Por que finge dizer que se interessa pelas minhas manias, meu vícios?
Isso não mudará nada do que penso de você, então por que ainda finge algum sentimento por mim?
Meus vícios me contentam, minha coragem e cara à tapas já me dão forças suficientes para ir em frente, sem você.
Então por que ainda insiste em algo que não faz sentido?

- Porque eu sou um dos seus vícios, eu sou alguém que você não iria conseguir viver sem, eu sou a pessoa que carrega seus medos e trata da sua coragem como uma virtude, mas você só se deslumbra comigo, porque eu sou o seu maior vício, vício esse que só você tem, estranho.

Não.
Eu preciso fugir de você, possuo vícios, mas você corta meu coração com sua falta de sinceridade nos olhos, então eu me afogo nesses vícios ridiculos que me circulam, e eu sei que você não é um deles, pois é por você que afogo ainda mais nos vícios, por isso, saia daqui antes que seja tarde.

- Não posso.
Estou preso a você...


0 deixaram-me mais motivos para sussurrar: