30/06/2009

-Não há valor-

Por você abri meu coração
Querendo te fazer feliz,
procurando seu perdão.

Perdão,
por não ter te escutado,
por não ter te conhecido.

Agora quero vê-lo feliz,
fazendo o que te faça bem
querendo o seu bem.

Não me faça ir,
não quero fugir.
Não quero me esconder,
nem quero chorar por você.

Meu pranto seria em vão,
por alguém que não aceitou meu perdão.
Por alguém que não sorriu pra mim...

Eu me venci
Tirando meu tesouro de mim,
te deixando em seu lar,
te fazendo sonhar.
E assim meu coração se abrirá,
outra vez pra mim.
Nota: 9,74-1° lugar.

1 deixaram-me mais motivos para sussurrar:

George Nunes Bueno disse...

Gostei muito do poema!

Que alegria encontrar um Blog tão bonito!

Beijos!